MORRE NO RIO O JORNALISTA PAULO STEIN. CONSAGRADO NA TV E COM HISTÓRIA DE SUCESSO NA RÁDIO TUPI DO RIO – COVID 19

Final dos anos 60 ainda jovem Paulo Stein mostrava habilidades para o jornalismo esportivo e se tornou redator de um dos mais importantes semanários da época, o famoso Jornal dos Sports ( cor de rosa ). Começo dos anos 70 e até o final desta década, Paulo atuou como repórter na Super Tupi do Rio de Janeiro e nesta emissora de rádio fez parte do time liderado por Doalcey Bueno de Camargo. O nosso Site SHOW DO RÁDIO guardou um documento sonoro desta época, onde o então repórter ao lado de Kleber Leite trazia para os ouvintes a convocação da Seleção Brasileira de 1974 para a Copa da Alemanha. Na Tupi ficou até 1978 quando foi para a Televisão. Nos anos 80 ficou conhecido por participar de mesas redondas na TV e se tornar um dos principais nomes da REDE MANCHETE DE TELEVISÃO. Na Manchete, alem de narrar e apresentar programas esportivos , foi âncora de vários Carnavais transmitidos pela Casa, inclusive a inauguração do Sambódromo do Rio. Mais recentemente Paulo Stein apareceu narrando no SporTV e nos Canais fechados da Globo, de onde foi demitido e saiu desabafando: “Fui mandado embora porque o GRUPO GLOBO não aceita obesos em seus quadros”

Paulo Stein faleceu no Rio de Janeiro com as consequências do Covid 19 aos 73 anos de idade e deixa uma lacuna no jornalismo esportivo e uma comoção geral na comunicação esportiva brasileira.



0 Comentários

Deixe o seu comentário!

© Copyright Show do Rádio. Todos direitos reservados.
Desenvolvido por Alisson Martins